ANJOS DA ENFERMAGEM

A Enfermagem é a arte de cuidar, é a ciência cuja essência e especificidade é o cuidado humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção, proteção, prevenção, reabilitação e recuperação da saúde de forma humanizada.

 O Projeto Anjos da Enfermagem: educação e saúde através do lúdico faz parte dos projetos desenvolvidos pelo Instituto Anjos da Enfermagem em parceria com o Conselho Federal de Enfermagem e Conselhos Regional de Enfermagem.

O programa tem como missão articular ações que promovam o exercício da cidadania dos estudantes e profissionais de enfermagem, de todo território nacional, com perspectiva de apoio à criança com câncer e seus familiares, visando à melhoria de sua qualidade de vida; promoção da humanização no serviço de saúde, visando à melhoria das condições e qualidade de vida no trabalho e atendimento aos usuários; e produzir e divulgar conhecimentos no âmbito da cultura lúdica no apoio a criança com câncer e na Humanização do serviço de saúde.


PESQUISA PERFIL DA ENFERMAGEM

Uma imagem acurada da profissão no Brasil

A pesquisa “Perfil da Enfermagem no Brasil”, resultado de uma parceria entre o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), a Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn), a Federação Nacional de Enfermeiros (FNE), o Ministério da Saúde e a FIOCRUZ/Escola Nacional de Saúde Pública, traçará um perfil descritivo da enfermagem em múltiplos aspectos.

A meta é retratar a realidade da categoria, com a abordagem de toda a comunidade profissional, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares, e fornecer importantes subsídios para a discussão do trabalho em saúde.

Na pesquisa serão verificadas questões como a identificação sócio-econômica da enfermagem, o mercado de trabalho, formação e desenvolvimento profissional da enfermagem no Brasil, a enfermagem e sua participação sócio-política e se a condição feminina interfere na profissão. A coordenação geral técnica da pesquisa ficará a cargo da FIOCRUZ/Escola Nacional de Saúde Pública, enquanto as demais organizações da categoria participam da coordenação institucional.


JORNADA DE 30 HORAS

Uma briga antiga e uma reivindicação atual

A redução da jornada semanal de trabalho para 30 horas é uma das principais reivindicações dos profissionais de Enfermagem. Com o empenho do Conselho Federal de Enfermagem. (Cofen), dos Conselhos Regionais, ABEn, Universidades, Escolas, Sindicatos e demais associações, o projeto conquistou grandes avanços.

Após 09 anos entre Câmara e Senado, o Projeto da Lei no. 2295/2000 foi aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família, pela Comissão de Finanças e Tributação e pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania, já foi concluído na pauta prioritária do plenário, e aguarda sua entrega em votação.

Se aprovado, os resultados não beneficiarão apenas os profissionais, mas toda a sociedade. Afinal para uma boa assistência de enfermagem é preciso que os profissionais gozem de pleno equilíbrio físico e mental, uma vez que seu trabalho demanda concentração, perícia e paciência. A redução da carga horária significará menor nível de estresse e atendimento ainda mais humano.


COREN FISCALIZA

– Ações de fiscalização sistematizada do exercício profissional, constatando e notificando a infrações.


– Recebimento de denúncias


– Levantamento de estabelecimentos onde há o exercício da enfermagem


– Cadastro de empresa de Enfermagem


– Certificação de Responsáveis Técnicos de Enfermagem


– Auxílio na sistematização e documentação dos Serviços de Enfermagem


– Ações de Educação para o exercício profissional digno, eficaz e livre de riscos


– Participação em Reuniões de elaboração e planejamento de projetos voltados para a Enfermagem


– Divulgação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem e a legislação específica da área, com o objetivo de prevenir a ocorrência de infrações à legislação que regula o Exercício Profissional da Enfermagem.